Preocupação com a volta às aulas foi o mote de intensa discussão na sessão desta segunda-feira (11)Os debates em torno da volta às aulas foi intenso (Foto: Ascom | CMB)

A extrema preocupação dos pais de alunos quanto à volta das aulas no início do mês de junho fomentou um forte debate entre situação e oposição na sessão ordinária do Legislativo de Brumado nesta segunda-feira (11). Lideradas pelo vereador Zé Ribeiro, as colocações foram desafiadoras, já que, segundo ele, “seria inadmissível, num momento tão delicado que vivemos, onde casos e mais casos, inclusive com óbitos, vêm surgindo em toda a nossa região”. A argumentação também foi seguida pelos outros componentes da bancada de oposição que se disseram muito preocupados com a decisão divulgada pela Secretaria de Educação. O líder do prefeito, vereador Santinho, garantiu que todas as medidas protetivas serão adotadas e que as aulas poderão ocorrer normalmente e deverão ser em meio período somente. Em resposta o vereador Nen questionou se irão ser fornecidas máscaras aos alunos e se a recomendação de que as mesmas tenham que ser substituídas de 2 em 2 horas. Em resposta, o líder do PC do B, Zé Carlos de Jonas citou que a Educação em Brumado é uma referência estadual e que toda a responsabilidade será tomada para garantir a segurança dos alunos, professores e funcionários. No final, diante do impasse, o presidente Léo Vasconcelos solicitou dos seus pares para que na próxima sessão se apresente um requerimento para ser votado para que os secretários de Saúde e Educação venham ao Legislativo dar esclarecimentos sobre toda essa situação.