Devido ao agravamento da crise mundial COVID-19, Câmara Municipal de Brumado suspende funcionamento do órgão pelo período de 15 dias(Foto: Ascom | CMB)

O presidente do Poder Legislativo de Brumado, vereador Léo Vasconcelos, no uso de suas atribuições legais, devido ao forte agravamento da crise mundial provocado pela disseminação da COVID-19 e o perigo iminente do contágio dessa doença infecciosa já que em Brumado já aparecem casos suspeitos e confirmado, decidiu, juntamente com a maioria dos vereadores, suspender o funcionamento da Casa Legislativa, no intuito de preservar a vida de funcionários, pelo prazo de 15 dias, podendo ser prorrogado pelo tempo indeterminado, caso não haja redução ou estagnação da taxa de contaminação pelo vírus. Confira o Decreto na íntegra (clique)