Equipe do NASF de Brumado vai ao Legislativo pedir apoio para que o núcleo não seja desativadoAs representantes do NASF usaram a tribuna livre e fizeram uma abordagem da situação (Foto: Ascom | CMB)

As mudanças propostas pelo Governo Federal na forma do financiamento da atenção primária à saúde, a assistência prestada pelas equipes de saúde da família e unidades básicas de saúde está causando uma forte apreensão em profissionais que atuam no setor. As verbas carimbadas, que são específicas para algumas áreas, pela nova proposta, tendem a ser universalizadas, ou seja, os municípios poderão utilizá-las da forma que acharem melhor. Dentro destas mudanças está o NASF - Núcleo de Apoio à Saúde da Família, que é uma estratégia inovadora que tem por objetivo apoiar, ampliar, aperfeiçoar a atenção e a gestão da saúde na Atenção Básica/Saúde da Família. Com a mudança promovida pelo Ministério da Saúde, o núcleo poderá deixar de existir, então, buscando a continuidade dos serviços que são avaliados como muito importantes para a população, os profissionais que atuam no órgão, juntamente com vários assistidos, compareceram à sessão do Poder Legislativo desta segunda-feira (17) para pedir apoio aos vereadores para buscarem junto à administração municipal a manutenção do NASF. A representante do movimento Anne Caroline Silva Viana, fez uso da tribuna livre para tratar da Portaria nº 2.979, que irá tirar a obrigatoriedade da utilização da verba específica. Membros da equipe também apresentaram um vídeo onde os assistidos pelo programa expressam a sua preocupação pela extinção. Os vereadores, especialmente os da base de situação, se comprometeram a ter um encontro com o prefeito para que o NASF não seja extinto em Brumado.