Zé Ribeiro faz discurso contra a postura classificada como truculenta do prefeito de Brumado "O povo está vendo que estão sendo utilizados dois pesos e duas medidas e, com certeza, isso terá um reflexo muito grande".

Considerado a “voz solitária” da oposição brumadense, o vereador Zé Ribeiro (PT) continua firme em suas convicções, mantendo o seu discurso muito afinado ao grupo liderado pelo ex-vice-governador Edmundo Pereira Santos. Sempre muito contextualizado e ecoando as insatisfações populares, o parlamentar voltou a bradar de forma mais aguda contra a postura do prefeito Eduardo Vasconcelos (PSB), que foi, novamente, classificado como “truculento e arbitrário”. Em seu último pronunciamento no Legislativo, Zé Ribeiro voltou a subir o tom e iniciou a sua argumentação citando a situação deficitária da infraestrutura urbana ao questionar que “falta ação na área de infraestrutura, os bairros estão sujos, principalmente os periféricos. Falta médicos nas UBS, falta praças, faltam equipamentos públicos, principalmente nos bairros periféricos. Então, como explicar essa tamanha desorganização administrativa, pois com os recursos financeiros que o município possui, isso é inaceitável”. E elevando o timbre disparou que “vimos um novo disparate, feito na calada da noite, onde um trabalhador teve o seu empreendimento demolido só porque faz parte da oposição. Foi um ato de total arbitrariedade, uma falta de respeito à população” e emendou dissecando que “existem tantos prédios irregulares na cidade, sendo que um dos casos é do próprio gestor que fez um posto de gasolina bem no centro da cidade, do lado de uma escola e de tantos comércios, num flagrante desrespeito à lei, só que, como ele é prefeito, nada acontece. Só que o povo está vendo que estão sendo utilizados dois pesos e duas medidas e, com certeza, isso terá um reflexo muito grande”. O áudio do pronunciamento circulou nas redes sociais e teve uma grande repercussão